Manifestantes pedem fim do golpe em frente ao TRF4

 

Uma faixa com os dizeres “TRF4 interrompa o golpe” foi colocada na porta do tribunal em Porto Alegre. Impedir a candidatura de Lula é parte do golpe em curso...

 

A volta do recesso do Judiciário foi marcada por uma manifestação na porta do Tribunal Regional Federal da 4a região, onde será realizado o julgamento dos recursos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no dia 24, em Porto Alegre (RS).

Os manifestantes levaram uma faixa com os dizeres: “TRF4 interrompa o golpe”. O modo como o processo contra Lula tem sido conduzido, eivado de ilegalidades, arbitrariedades e sem provas – é apontado como uma terceira fase do golpe, na qual o objetivo é impedir a candidatura de Lula em 2018.

Por isso, o mês de janeiro será marcado como o mês da jornada de lutas. o PT e outros partidos junto a Movimentos sociais como a Frente Brasil Popular, Levante, CUTMSTMTST elaboraram uma agenda que começa no dia 13 com uma grande plenária e diversos atos e aulas públicas entre os dias 22 e 24, quando será feita a vigília em apoio à democracia e ao direito de Lula ser candidato.

A primeira manifestação repercutiu entre lideranças. A presidenta do PT, senadora Gleisi Hoffmann, afirmou: “Não tenham medo do povo na rua! O povo na rua é a garantia que nós temos de ter o direito de sonhar com a igualdade e combater privilégios”, afirmou.

O presidente do PT do Rio Grande do Sul, deputado federal Pepe Vargas também repercutiu o ato em sua página. “A resistência está só começando!”.

 

 

Coordenação

Construindo Um Novo Brasil.

Website: construindoumnovobrasil.com.br/

É uma corrente interna do PT, da qual fazem parte alguns dos principais ministros do nosso governo e o próprio Luiz Inácio Lula da Silva, entre outros quadros importantes. A corrente nasceu em 1983, a partir do Manifesto dos 113, que buscou organizar o grande número de militantes...