Lula democratizou a educação em Minas Gerais

 

Foram três novas universidades criadas, 16 campi e 43 novos institutos federais que democratizaram o acesso dos mineiros à educação...

 

Os governos de Luiz Inácio Lula da Silva mudaram a cara da educação em Minas Gerais ao democratizar o acesso ao ensino público superior e à qualificação profissional. Após os investimentos em educação promovidos durante dois mandatos, famílias puderam ver sua primeira geração alcançar a graduação.

Foram três novas universidades, 16 novos campi universitários e 43 novos institutos federais que mudaram a vida dos mineiros. Se antes o acesso aoensino superior era apenas privilégio dos moradores de regiões mais desenvolvidas, comLula as universidades foram interiorizadas e seu acesso democratizado.

Em sua caravana por Minas Gerais, com o projeto Lula pelo Brasil, o ex-presidente vai poder ver de perto as melhorias e as mudanças promovidas na vida de milhares de mineiros a partir dos investimentos e políticas públicas em educação.

Foto: Veronica Manevy
Secretária de Educação de Minas Gerais, Macaé Evaristo, governador Fernando Pimentel e representantes da educação

“Uma pesquisa mostra que 35% dos concluintes de graduação que fizeram o Enade em 2015 são a primeira geração de suas famílias a serem diplomados. Tão importante quanto a interiorização do ensino superior, foi a associação dessas políticas ao Fies, ProUni que garantiram que uma parcela significativa da população pudesse ter acesso a uma universidade”, declarou a secretária de Estado da Educação do governo de Minas Gerais, Macaé Evaristo.

Durante os governos do ex-presidente Lula, mais de 940 mil matrículas foram feitas no Pronatec, 220 mil bolsas foram distribuídas pelo ProUni e 253 mil estudaram pelo Fies somente em Minas Gerais.

“O estado brasileiro, ao longo do século XX, pouco investiu em educação. Então toda ampliação da educação infantil e ensino médio, a entrada da população negra, pobre e indígena nas universidades só se deram a partir do governo Lula. Então foi Lula quem fez a grande reparação histórica em um país com zero investimento em educação. Eu queria lembrar, principalmente, o Fundeb que é fundamental tanto por considerar investimentos na primeira infância, quanto ensino médio”, declarou Macaé.

Desmontes

Durante a caravana por Minas Gerais, Lula vai poder ver de perto não só todo o desenvolvimento vinculado aos investimentos em educação no estado, mas também vai ouvir relatos daqueles que, desde o golpe de 2016, sentem na pele os desmontes promovidos pelo governo usurpador de Michel Temer.

Macaé destaca dois retrocessos principais no setor: o fim do Pronatec e o congelamento por 20 anos dos investimentos em educação a partir da PEC da Morte.

“Eles fizeram cortes altíssimos no Mais Educação. Então, o que conseguimos avançar quanto a educação integral e de acesso das crianças ao ensino fundamental foram cortados dramaticamente. As prefeituras não estão suportando manter a educação integral. Mais grave ainda é a PEC 95 que congelou os investimentos por duas décadas. Na época de Lula vivemos um governo que reconheceu a educação como pilar de um projeto de desenvolvimento sustentável de país e agora um governo entreguista que não vê dessa forma”, declarou Macaé Evaristo.

Lula pelo Brasil

A viagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Minas Gerais, que acontece em outubro, é a segunda etapa do projeto que ainda deve alcançar as demais regiões do Brasil.

Em agosto e setembro, Lula pegou a estrada e percorreu os nove estados nordestinos, visitou inúmeras cidades, ouviu e conversou com o povo.

O projeto Lula Pelo Brasil é uma iniciativa do PT com o objetivo de perscrutar a realidade brasileira, no contexto das grandes transformações pelas quais o país passou nos governos do PT e o deliberado desmonte dos programas e políticas públicas de desenvolvimento e inclusão social, que vem sendo operado pelo governo golpista nos últimos dois anos.

Da Redação da Agência PT de Notícias

Coordenação

Construindo Um Novo Brasil.

Website: construindoumnovobrasil.com.br/

É uma corrente interna do PT, da qual fazem parte alguns dos principais ministros do nosso governo e o próprio Luiz Inácio Lula da Silva, entre outros quadros importantes. A corrente nasceu em 1983, a partir do Manifesto dos 113, que buscou organizar o grande número de militantes...