Em Curitiba, movimentos apoiarão Lula e denunciarão perseguição

 

No dia em que presta depoimento a Sergio Moro, ex-presidente será recebido e acompanhado por uma nova Jornada de Luta pela Democracia...

 

A campanha jurídica-política-midiática para condenar e prender o ex-presidente Luiz Inácio Lulada Silva atingiu seu apogeu na “Semana da Pátria” e terá importantes desdobramentos nos próximos dias.

Na quarta-feira (13/9), Lula presta depoimento ao juiz Sergio Moro, em Curitiba (PR) e vai responder a todos os seus acusadores, inclusive os absurdos que lhe foram imputados pelo ex-ministro Palocci.

Lula será recebido e acompanhado na Capital paranaense por uma nova Jornada de Luta pela Democracia, um ato pela democracia e em solidariedade ao ex-presidente e de denúncia da perseguição e do caráter político daOperação Lava Jato.

A jornada é organizada por um conjunto de militantes e representantes de entidades e movimentos sociaisarticulados pela Frente Brasil Popular, Fórum de Lutas 29 de Abril e Frente Resistência Democrática (FRD).

No primeiro depoimento de Lula a Sergio Moro, no dia 10 de maio, os movimentos também organizaram uma jornada com o objetivo de dialogar com a sociedade sobre os ataques à democracia e sobre a importância de defender as conquistas do povo brasileiro, além de prestar apoio ao ex-presidente.

Após passar cinco horas prestando depoimento ao juiz, Lula foi ovacionado por milhares de pessoas na praça Santos Andrade, no centro de Curitiba, onde discursou rapidamente.

principal ato político da Jornada acontece na Praça Generoso Marques (próximo à Catedral), no centro de Curitiba, a partir das 18h. Antes, às 16h30, uma aula pública com a presença do ministro da Justiça do governoDilma RousseffEugênio Aragão, discutirá os métodos utilizados pela Operação Lava Jato.

Além da abordagem cultural e reflexão sobre o Judiciário, a Segunda Jornada de Lutas pela Democracia contará com a participação do líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stédile, para falar do chamado “Plano Popular de Emergência”, um programa construído pelos movimentos sociais com medidas para combater o atual desemprego e falta de investimentos no País.

Confira a programação completa do dia 13/09:

15h – Atividades culturais

16h30 – Aula Pública com o ministro da Justiça do governo Dilma Rousseff, Eugênio Aragão

17h – Lançamento do livro: “Comentários a uma sentença anunciada: o processo de Lula”, organizado por um grupo de professores e operadores do Direito, que evidencia os abusos e inconsistências no processo contra Lula.

18h– Ato de solidariedade ao ex-presidente (com a presença de Lula)

Coordenação

Construindo Um Novo Brasil.

Website: construindoumnovobrasil.com.br/

É uma corrente interna do PT, da qual fazem parte alguns dos principais ministros do nosso governo e o próprio Luiz Inácio Lula da Silva, entre outros quadros importantes. A corrente nasceu em 1983, a partir do Manifesto dos 113, que buscou organizar o grande número de militantes...